19.7.16

OS GRANDES CALOTEIROS

Por LÚCIO FLÁVIO PINTO - Via blog do autor -


O empresário Laodse de Abreu Duarte, um dos diretores da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, é o maior devedor da União entre as pessoas físicas. Sua dívida, de 6,9 bilhões de reais, é maior do que a dos governos de 18 Estados individualmente, incluindo Bahia e Pernambuco, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. O débito do empresário, que já foi condenado à prisão por crime contra a ordem tributária, mas recorreu, é considerado de difícil recuperação.

Empresas e pessoas físicas já devem para o governo federal mais de R$ 1 trilhão. São milhões de devedores, mas a dívida dos 13,5 mil primeiros, que devem mais de R$ 15 milhões, soma R$ 812 bilhões, mais de três quartos do total devido à União.

O débito desses maiores devedores representa cinco vezes o déficit no orçamento federal previsto para este ano. O passivo desse grupo não estão incluídas dívidas do estoque previdenciário, do FGTS e dos casos em que há suspensão da cobrança por determinação judicial, graças aos poderosos advogados que eles contratam para defender seus interesses.

Esse grupo é integrado por empresas que faliram, como a Varig e a Vasp, e outras do alto do ranking da economia, como Vale, a Carital Brasil (antiga Parmalat) e até a estatal Petrobrás.

Segundo o site da Fiesp, Laodse é um dos atuais 86 diretores da entidade, sem especificação. Ele também integra o Conselho Superior do Agronegócio da federação e preside o Sindicato da Indústria de Óleos Vegetais e seus derivados em São Paulo.

Um quarto irmão dele aparece na lista de devedores da União com débitos de R$ 3 milhões e também é dono de offshore em paraíso fiscal, segundo os Panamá Papers. Lívio Canuto de Abreu Duarte, de família que também está entre os maiores devedores do fisco, foi sócio da Oil Midwest LTD, empresa registrada nas Ilhas Virgens Britânicas pela firma panamenha Mossack Fonseca.

A Fiesp negocia com o governo a repatriação de 400 bilhões de dólares de dinheiro remetido ilegalmente para fora do país por 180 detentores de contas secretas no exterior. Para beneficiar o Brasil?