16.8.16

HISTÓRICO! THIAGO BRAZ CONQUISTA A MEDALHA DE OURO NO SALTO COM VARA

Por ANTÔNIO STRINI - Via ESPN -

Thiago Braz está na história do esporte brasileiro.


Na noite desta segunda-feira, no Engenhão, o atleta de 22 anos conquistou a medalha de ouro dos Jogos do Rio de Janeiro no salto com vara ao obter a marca de 6m03, batendo simplesmente o recorde pessoal, sul-americano e olímpico.

Ele superou "apenas" o francês Renaud Lavillenie, o dono da melhor marca da história da prova (6m16) e que buscava o bicampeonato. O europeu errou duas tentativas em 6m03 e foi para a última no 6m08, mas não conseguiu passar o sarrafo.

O bronze ficou com o norte-americano Sam Kendricks.

E o ouro, assim, é do Brasil, o segundo nessa Olimpíada! Ele se junta a Adhemar Ferreira da Silva (duas vezes), Joaquim Cruz e Maurren Maggi como campeões em Jogos.

"Estou ansiosa para ver ele, faz tempo que a gente não se vê. Acompanhei toda a trajetória dele, e merece muito. Ele lutou muito, botou o coração lá e fez tudo o que podia para ganhar o ouro. Ele já começou a vida tendo que lutar. Estou muito feliz, ele merece muito", disse a esposa de Thiago Braz, a também atleta Ana Paula de Oliveira.

História

"Um sonho: saltar o mais alto possível e ser campeão olímpico" é o que diz seu perfil no site de seu clube, o BM&FBOVESPA. Precisa dizer algo mais?

Nascido em Marília (SP), Thiago Braz foi campeão mundial júnior há quatro anos e treina atualmente com o ucraniano Vitaly Petrov, o técnico que forjou para o esporte Yelena Isinbayeva, a maior saltadora da história.

Em 2014, no ciclo olímpico, ele sofreu uma lesão no punho esquerdo ao cair fora do colchão, mas superou a recuperação complicada para dar a volta por cima.

Thiago Braz dá ao Brasil a nona medalha nos Jogos em casa: antes, já havia ouro com Rafaela Silva (judô); prata com Felipe Wu (tiro esportivo), Diego Hypólito e Arthur Zanetti (ambos ginástica); e bronze com Mayra Aguiar e Rafael Silva (ambos judô), Arthur Nory (ginástica) e Poliana Okimoto (maratona aquática).

Outra expectativa de pódio no atletismo brasileiro é no salto com vara feminino com Fabiana Murer, que busca sua primeira medalha olímpica.