17.11.16

CABRAL E GAROTINHO UNIDOS NA PRISÃO

MIRSON MURAD -


Dois desafetos tradicionais na política fluminense, Sérgio Cabral e Anthony Garotinho (foi Garotinho que descobriu e filmou Cabral farreando com Cavendish em Paris) bem que poderiam dividir cela na Polícia Federal. Provavelmente, essa situação propiciará um pacto de paz entre os dois. Nada melhor que a paz, a união, o amor... Ai! Como o amor é lindo. Ao que parece, Serjão surrupiou, aproximadamente 1 bilhão de reais, equiparando-se ao Eduardo Cunha em propina que não foram apenas os 5 milhões de dólares que estão na Suíça. Cunha, também, teria levado 1 bi.

E, por falar em Cunha, sua arregalada Claudia Cruz depondo, ontem, diante do juiz Moro, mentiu descaradamente ao garantir que não sabia que assinara papéis para abrir uma conta no exterior. Há alguns meses atrás, a senhora Cunha havia dado outra declaração ao juiz quando afirmou que a conta em seu nome no exterior era para pagar despesas diversas, inclusive os estudos de um filho. É mais fácil pegar um mentiroso do que pegar um manco.

Antes do carnaval, muitas surpresas bombas virão. Aécio Neves e seu antigo "assessor" Eduardo Paes já estão botando as barbas de molho. Aliás, essa será uma boa ocasião para o Dudu fazer uma de suas piadas de gosto duvidoso. Quem viver, verá!...

***

Leia também:

LAVA-JATO CUMPRE MANDATO DE PRISÃO CONTRA SÉRGIO CABRAL