20.11.16

1 - O INOCENTE AECINHO; 2 - UMA FAMÍLIA DE ARTISTAS

MIRSON MURAD - Atualizado às 15h39 -

Aecinho, meus amigos, é um inocente garotinho (epa!!!) que como governador de Minas construiu aeroportos nas propriedades da família, pagos pelos cofres do governo mineiro, mas é inocente. Aecinho não sabia ser crime. O governador Aecinho usava os aviões oficiais de Minas para ir namorar no nordeste mas é inocente. O netinho nem desconfiava ser um ato criminoso. Ninguém o avisava que era proibido por lei.

O puro governador Aecinho Neves, coitadinho, bondosamente emprestava os aviões do governo de Minas para o apresentador Huck, para o dono da Revista Veja e para o Boni sem maldade. Se ele soubesse que não podia, não o faria. O menininho Aecinho é totalmente inocente. O mesmo acontece com as propinas que Aecinho teria recebido, segundo diversos delatores na Lava jato (Delação Premiada) afirmaram, inclusive sua cobrança implacável. O netinho de Tancredo Neves (que deve estar se revirando no túmulo) não o fez por ganância. Toda criança gosta de receber uma mezadinha para comprar balas, picolé. Indiscutivelmente, Aecinho Neves é inocente!...

***

UMA FAMÍLIA DE ARTISTAS

Os artistinhas e o penetra / Arquivo Google.
Rosinha, sua filhota e o capo Garotinho são excelentes artistas teatrais. E lembrando o saudoso Carequinha, "Um bom garotinho não faz xixi na cama", Anthony faz grandes borradas.

Primeiro "passou mal" e foi para o Souza Aguiar. Ao ser transferido para o presídio de Bangu, Fez um escarcéu dos diabos (desculpem, Garotinho é um santo evangélico que faz até milagres. Consequentemente o "arranca-rabo" foi dos anjos), sua Rosinha e a filhota esperneavam. A prefeita queria porque queria ir com ele para o presídio. Entretanto, alguém deve ter-lhe alertado do perigo porque em lá chegando ela poderia ficar de vez como diz a música: "Voltei, pois aqui é meu lugar"... Garotinho mentiu que estava de audiência marcada com o Dr. Janot e foi desmentido pela PGR. Disse também que iria entregar o restante da quadrilha. Contudo, a filhota, a cara-metade e o próprio alegavam sua inocência. Seria um quadrilheiro inocente? Me engana que eu gosto! Diploma falso de teólogo e doutorado em corrupção. (Tentou, inclusive, corromper o juiz. Isso pode?).

Depois de tanta performance nas artes cênicas, Garotinho conseguiu as benesses, de ir para um hospital com direito de, posteriormente, cumprir pena no conforto do lar, doce lar.