27.1.17

1 - SERVIDORES ESTADUAIS (RJ) DA PERÍCIA MÉDICA ENTRAM EM GREVE NA SEGUNDA (30/1); 2 - CURSO DE ESPANHOL NO RIO CONTEXTUALIZA CULTURA LATINO-AMERICANA

REDAÇÃO -

Os servidores do Centro de Perícias Médicas e Saúde Ocupacional do Estado do Rio de Janeiro decidiram, em assembleia realizada na manhã desta quinta-feira (26), aderir ao movimento grevista do funcionalismo estadual. A greve começa na segunda-feira (30) e tem como principal motivo o atraso no pagamento dos salários da categoria.

A Superintendência do órgão e o secretário estadual de Saúde serão comunicados, por ofício, da decisão. Os servidores decidiram manter 30% do quadro trabalhando, por meio de revezamento. Uma comissão foi formada para avaliar as prioridades e os atendimentos que serão assegurados. Os servidores do interior devem ser comunicados para que não se desloquem desnecessariamente até a Perícia, que fica na Praça Tiradentes, na rua Silva Jardim 31, Centro do Rio.

Para o primeiro dia de paralisação, na segunda-feira (30), todos os profissionais do setor vão se concentrar em frente ao prédio nas primeiras horas da manhã.

Além do atraso nos salários, os servidores exigem condições adequadas de trabalho – e reclamam de problemas que vêm se acumulando há meses sem solução. É o caso da falta de ar-condicionado e ventilação, em boa parte das salas, e dos elevadores quebrados, o que obriga tanto quem é lotado ali quanto quem vai ao local para ser atendido a subir até cinco andares pela escada. Em algumas salas do prédio, as condições são muito precárias e os próprios servidores recorreram a ventiladores para tentar aliviar o calor.

Assim como os demais servidores da Saúde, os trabalhadores da Perícia não haviam recebido nada referente ao salário de dezembro e ao 13º salário até a data da assembleia. Os que recebem mais que mil reais tiveram a última parcela do salário de novembro depositada apenas na semana anterior.
(via assessoria Sindsprev/RJ)

***
Curso de espanhol no Rio contextualiza cultura latino-americana

O pesquisador sobre o marxismo e filósofo Roberto Ponciano oferece através do Multiplus Concursos  um curso de espanhol  com uma metodologia bem lúdica.

O curso será ministrado e vai ligar o aprendizado da língua ao aprendizado da cultura hispano-americana. Música, literatura, história política recente da América Latina. O que torna o aprendizado significativo, conectando língua e literatura.

A ideia é passar  pela literatura de Cortázar, Neruda, Borges, Gabriela Mistral, Isabel Allende, Lorca e outros grandes nomes da literatura hispano-americana.

Na parte musical o conteúdo fica por conta da audição de Leon Gieco, Atualpha Yupanquí, Mercedes Sosa, Violeta Parra, Pablo Mlianez e outros ícones da cultura popular latino-americana.

Como textos paradidáticos, serão abordadas  as recentes mudanças políticas da América Latina.

Sobre Roberto Ponciano

Professor do Curso Multiplus desde 2014. Experiência de nove anos como professor em cursos de idioma, faculdade (FEUDUC) e na formação sindical da CUT-RJ. Licenciado em Letras pela UNISUAM, Bacharel em Direito pela UNISUAM, Especialista em Economia pela UNICAMP, Mestre em Filosofia pela UGF e Mestre em Letras Neolatinas pela UFRJ.

Para informações sobre o curso clique aqui