10.2.17

EDUARDO CUNHA E O ANEURISMA, A CASSAÇÃO DO GOVERNADOR E VICE DO ESTADO DO RIO

HELIO FERNANDES -

O ex-presidente da Câmara, depois de se recusar a fazer exames apesar de insistir que tinha aneurisma, e ser punido pela desobediência, decidiu entregar laudos médicos, através dos seus advogados. E ampliou o rol das pseudas doenças, colocando também pressão arterial.

Não questiono os exames, os médicos, as afirmações, fico apenas com as datas em que foram feitos: 2015. Exatamente a partir dessa data, Eduardo Cunha atingiu o auge do poder, saiu praticamente do ostracismo, chegou á condição de um dos maiores personagens da Republica.

Leia mais na COLUNA