22.2.17

NOVO SITE SERÁ MAIS SEGURO, INTERATIVO E DINÂMICO. HACKERS, GOLPISTAS E SABOTADORES RESPONDERÃO CRIMINALMENTE

DANIEL MAZOLA -


Nosso projeto é um sucesso! O site TRIBUNA DA IMPRENSA Sindical está no ar ha pouco mais de três anos. Durante este período, nos tornamos a principal voz em defesa dos trabalhadores e do movimento sindical na web, referência também na defesa da liberdade de imprensa e de expressão, do patrimônio e da soberania nacional. Atualmente contamos com dezenas de parceiros e colaboradores, agora, para continuarmos na luta, começamos a atualizar e reformular nosso site. Em breve, migraremos de hospedagem e plataforma, teremos mais segurança, interatividade e alternativas de sustentabilidade.

Em 20 de fevereiro, segunda feira, grupos fascistas e coxinhas de todos os matizes intensificaram os ataques a alguns sites, blogs e páginas do facebook dedicadas ao jornalismo social e à imprensa livre. Quem entra hoje no nosso site utilizando um PC (só desktop, smartphones não) vai observar que a barra do menu (cabeçalho) está apresentando problemas, deliberadamente provocado por sabotadores de plantão. Clicando em qualquer das opções do menu o internauta é obrigado a responder se “Deseja ser redirecionado?” para o antigo domínio blogspot. Basta responder sim e entrar sem medo. O inconveniente será por pouco tempo, estamos trabalhando ha semanas na construção de um site mais seguro, moderno e dinâmico, pretendemos oferecer uma gama maior de recursos para os internautas, principalmente de conteúdo. Paralelamente ao novo site vem aí uma grande surpresa que deixará nossos visitantes e leitores muito satisfeitos, tenho certeza.

Estamos prestes a identificar de onde parte a sabotagem desses hackers, que certamente terão o desprazer de responder criminalmente pelos atos que vêm promovendo. Apesar dos ataques covardes, estamos firmes e fortes de pé, não iremos nos calar jamais, muito pelo contrário. Nossa equipe está focada para dar solução ao problema, vem aí uma ferramenta ainda mais forte em defesa das lutas populares e dos trabalhadores, vocês não perdem por esperar. Obrigado!

Conheça os setores que mais têm estado na mira dos ataques virtuais

E-commercescom o objetivo de prejudicar a operação, as ameaças contra as lojas virtuais impedem que os usuários as acessem em dias de maior movimento, como a Black Friday e outras liquidações, ou durante o período de compras próximas às datas comemorativas. Além de prejudicar as vendas, comprometem a experiência de compra do consumidor, denigrem a marca.

Bancosquando um portal financeiro fica fora do ar, inúmeras transações bancárias deixam de ser realizadas, causando grandes prejuízos, menos para os banqueiros, claro. Além dos danos financeiros, a confiança do cliente e até do Banco Central na organização tende a ser abalada.

Companhias aéreasuma interrupção intencional no serviço de uma companhia aérea interfere na entrega dos planos de voos, fazendo com que os passageiros sofram com os danos colaterais decorrentes de atrasos e cancelamentos.

Governos, partidos e políticos: Agremiações partidárias e os órgãos governamentais são os alvos preferidos de grupos que protestam por ideais ou contra medidas que desagradam a sociedade. Os ataques a websites do governo e de figuras políticas são constantemente realizados por tensões e inimizades, deixando as páginas fora do ar ou com mensagens de protesto durante horas.

Servidores de games: a concorrência entre a nova geração de consoles e a rivalidade entre os jogadores se tornaram alguns dos motivos para ataques digitais nessas plataformas. A interrupção de servidores de jogos multiplayers deixam milhares de jogadores insatisfeitos e gera um efeito negativo para a companhia atacada.