22.2.17

OS ROYALTIES NÃO SÃO CULPADOS; COMEÇOU A FOLIA DEBAIXO DE UM SOL DE 50 GRAUS

ALCYR CAVALCANTI -

Reza a lenda que existe um provérbio chinês que diz" Uma imagem vale por mil palavras". Em algumas situações acredito que sim, mas em outras não, visto que a imagem é polissêmica, na maior parte das vezes necessita de um texto adicional.


Durante os protestos que tem acontecido na bela e não muito digna cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro uma das imagens fala por si mesma e resume a falência de um estado rico e próspero levado a uma condição de extrema penúria devido a doze anos de um governo catastrófico de um partido, o PMDB com apoio total de Brasília e principalmente devido à máquina de triturar enganou a quase todos e continua a ludibriar o povo. Alianças espúrias são feitas  em nome de uma falsa e nefasta política de alianças movida a cargos e muito capital, onde a população nunca é consultada. A desculpa esfarrapada tem sido em uma tática nazi fascista, colocar a culpa sempre na queda do preço do petróleo e nos royalties para justificar a roubalheira que continua pondo á venda nossas últimas empresas lucrativas, a CEDAE.

***
COMEÇOU A FOLIA DEBAIXO DE UM SOL DE 50 GRAUS

Oficialmente o Carnaval só começaria sábado dia 25, mas os blocos contrariam esse calendário e as fantasias estão em toda cidade. Acabou no fim de semana à meia noite o horário de verão, mas o calor aumentou e a moda agora é sair no bloco desde cedo, a concentração começa  às 6h da manhã para pular e sambar o dia inteiro.

Um dos mais animados da cidade é o Cordão do Boitatá fundado há mais de vinte anos por um grupo de estudantes e artistas em nome de um personagem mítico de nosso folclore.


Este ano em vez da Praça XV saiu da Praça Cruz Vermelha no Centro para desfilar na Henrique Valadares e na Gomes Freire ao som de marchinhas conhecidas  como Máscara Negra entremeada pelos gritos de "Fora Temer.

O bloco também presta homenagens a compositores brasileiros da MPB como Chico Buarque, Dominguinhos e ao compositor erudito Heitor Villa Lobo tocando "Trenzinho do Caipira" em ritmo de carnaval.  Milhares de foliões caíram na folia do bloco que não vai ter hora para acabar.