14.2.17

SAQUE DE CONTAS INATIVAS DO FGTS COMEÇA NO DIA 10 DE MARÇO; VEJA O CALENDÁRIO

REDAÇÃO -

Os trabalhadores poderão sacar o saldo de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) a partir de 10 de março. Em evento no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer (PMDB) e ministros divulgaram nesta terça-feira (14/02) as regras e o calendário para o saque. O pagamento vai até o dia 31 de julho deste ano.

A ordem para o saque será definida pelo mês de aniversário de cada cidadão. Recebem em março aqueles os nascidos em janeiro e fevereiro; em abril, quem nasceu nos meses de março, abril e maio; em maio, os nascidos em junho, julho e agosto; em junho, aqueles que nasceram em setembro, outubro e novembro; e em julho, aqueles nascidos em dezembro.

O dinheiro que está em contas que ficaram inativas inativas até 31 de dezembro de 2015 pode ser sacado. Quem tem uma conta que está inativa desde junho de 2016, por exemplo, não pode tirar o dinheiro. Uma boa notícia é que não haverá limite para o saque. Ou seja, os trabalhadores poderão retirar todo o dinheiro que está nas contas.

O trabalhador precisará sacar o dinheiro de uma só vez. Ou seja, se você tem R$ 5.000, não pode sacar apenas R$ 3.000.

Segundo anunciou hoje o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, cerca de 30 milhões de brasileiros poderão se beneficiar da medida, que abrange um total de 49 milhões de contas. Com isso, o potencial de saque de todos os trabalhadores é estimado em R$ 43 bilhões pela equipe econômica."A partir de amanhã, a Caixa estará focada, com todos os seus funcionários, na questão da liberação das contas inativas", disse Occhi.

A partir de amanhã, a Caixa anunciou que abrirá todas as agências, até o dia 17 de fevereiro, com duas horas de antecedência para tirar dúvidas. No sábado, 18, irá abrir 1.891 agências, das 9h às 15h, para atender os interessados. O mesmo se repetirá nos seguintes sábados: 11 de março, 13 de maio, 17 de junho e 15 de julho. O banco também lançou um site específico para tirar dúvidas dos trabalhadores que têm contas inativas e um telefone exclusivo: 0800-726-2017.

O trabalhador poderá utilizar o dinheiro de sua conta inativa da forma que quiser. "É uma medida que permitirá ao trabalhador escolher entre consumir, beneficiando assim a atividade econômica, poupar, investir ou pagar dívidas", disse o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. "Hoje, o alto endividamento das famílias é o maior impedititivo para o crescimento mais rápido da economia".

Calendário
A partir de 10 de março
Pode sacar quem nasceu em janeiro e fevereiro
A partir de 10 de abril
nascidos em março, abril e maio
A partir de 12 de maio
nascidos em junho, julho e agosto
A partir de 16 de junho
nascidos em setembro, outubro e novembro
A partir de 14 de julho
nascidos em dezembro

O que é uma conta inativa no FGTS?

A cada contrato de trabalho, uma nova conta de FGTS é criada. Todo mês, o empregador deposita um valor nessa conta — é para onde vai parte do salário que é descontado em folha de pagamento. Quando o contrato de trabalho se encerra, a conta é considerada inativa. Quem é demitido sem justa causa pode sacar o dinheiro. Porém, se o funcionário é demitido por justa causa ou é ele quem se demite da empresa, o saque não é autorizado.

Como consultar o saldo das contas?

O trabalhador recebe bimestralmente o extrato das contas em papel na sua residência, mas há algumas outras opções.

É possível consultar o saldo pela internet, pelo site da Caixa. Lá, será preciso informar o número do PIS/PASEP (presente na carteira de trabalho, no Cartão PIS/PASEP ou no cartão cidadão). O trabalhador irá preencher uma ficha cadastral e criar uma senha. Feito isso, é possível consultar o saldo e as movimentações de todas as contas do FGTS em seu nome.

Também é possível acessar o saldo pelo aplicativo da Caixa chamado FGTS. Quem tem o cartão cidadão pode ver o saldo diretamente nos caixas eletrônicos.

Como fazer o saque?

Para solicitar a retirada do dinheiro do FGTS em conta inativa, o trabalhador deve apresentar numa agência da Caixa a carteira de trabalho, um documento de identificação e o número de inscrição no PIS/PASEP.

Para solicitar saque de até R$ 3.000, profissionais que possuem o cartão cidadão e senha cadastrada podem ir a uma unidade lotérica ou a um Correspondentes Caixa Aqui. Em postos de autoatendimento, é possível sacar valores de até R$ 1.500.

Para os clientes da CAIXA com conta poupança individual, o crédito poderá ser realizado automaticamente, conforme calendário. O valor estará disponível na conta no dia da abertura do calendário mensal. Os correntistas da CAIXA poderão optar em receber o crédito em sua conta corrente, pelo site do banco ou pelo telefone 0800 726 2017. (Informações Revista Época e ABr)