15.3.17

A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL

ISA COLLI -


A escola, como primeiro agente socializador na vida da criança, fora do núcleo familiar, é, indiscutivelmente a base da aprendizagem, portanto deve oferecer todas as condições para que o aluno se desenvolva em um ambiente saudável, estimulador, propiciando relações interpessoais positivas, que consequentemente facilitarão a inserção social, viabilizando o sucesso dos processos educativos.

Neste contexto, a afetividade contribui para desenvolver os sentimentos de segurança, conforto, amor e prazer, sendo o fio condutor que gera na criança, o desejo de aprender.

O professor é a ferramenta mais relevante na aprendizagem educacional através de suas ações, e a importância da afetividade na relação professor-aluno, é fundamental para a formação integral do indivíduo.

Os profissionais da educação, em especial os educadores atuantes que acreditam no sucesso escolar, certamente, tem como princípio básico, a afetividade em sua relação “quase parental” com seus educandos, e consequentemente, contribuem para um aprendizado de qualidade, pautada em respeito, autonomia, compreensão e carinho.

A relação professor-aluno, deve sempre buscar a afetividade e a comunicação entre ambos, como base e forma de construção do conhecimento e do aspecto emocional.

"A interação professor-aluno ultrapassa os limites profissionais e escolares, pois é uma relação que envolve sentimento e deixa marcas para toda vida"

É inevitável que o professor tenha consciência de que a boa convivência no seu ambiente de trabalho deve ser precedida por um bom diálogo. Ressaltando o educador Paulo Freire, “o diálogo é um encontro no qual a reflexão e a ação, inseparáveis daqueles que dialogam, orienta-se para o mundo que é preciso transformar e humanizar”.

Por isso, é de fundamental importância que o professor esteja consciente de sua responsabilidade, tomando decisões de acordo com os valores morais e as relações sociais de sua prática, considerando ainda, as condições de vida familiar e social de seus alunos.

"Quando o pedagogo alia bons métodos de trabalho, prática, carinho e diálogo, principalmente porque demonstra prazer e entusiasmo em ensinar, poderá modificar a concepção filosófica da educação, participar ativamente na transformação da sociedade e trazer esperança de melhoras para a formação educacional das gerações futuras"