27.4.17

CARLOS CHAGAS, PRESENTE! [VÍDEOS]

DANIEL MAZOLA -

Carlos Chagas, Helena Maria de Freitas Chagas e a mãe / Reprodução Google.
A imprensa está de luto. Carlos Chagas era um dos nomes mais experientes do jornalismo brasileiro. Formado em Direito pela PUC-RJ, foi professor na Faculdade de Comunicação da UnB por 25 anos. Ocupou diversos cargos em alguns dos principais veículos do país. Durante quase 30 anos devorei seus artigos diariamente, sentiremos muito sua falta.

Ele foi um grande exemplo para nós, filhas, e para uma geração inteira de jornalistas por sua seriedade, integridade, amor pela notícia e pela profissão. Foi um apaixonado pelo jornalismo e pelo nosso país. Infelizmente perdi um grande pai”, disse a filha do jornalista por meio do Facebook, à ex-ministra Helena Chagas, que comandou a Secretaria de Comunicação Social no primeiro governo Dilma Rousseff.  “Amigos, meu pai, jornalista Carlos Chagas, acaba de falecer. Era a melhor pessoa que conheci nesse mundo”.

Nasceu em Três Pontas, Minas Gerais, no dia 20 de maio de 1937. Além de Helena Chagas, era pai da Promotora de Justiça do Distrito Federal, Claudia Maria de Freitas Chagas, que também exerceu o cargo de Secretária Nacional de Justiça, do Ministério da Justiça, na gestão do Ministro Márcio Thomaz Bastos. Ocupou diversos cargos em veículos como O Globo, O Estado de S. Paulo, Tribuna da Imprensa, SBT, Manchete, Rede TV, CNT, entre outros. Era colunista em 12 jornais, blogs e sites, incluindo nossa Tribuna da Imprensa Sindical.

Ele também era autor de livros, como A ditadura militar e os golpes dentro do golpe: 1964-1969, em que relata o período que trabalhou como assessor de imprensa da Presidência da República no governo do general Costa e Silva. Segundo artigo do jornalista Carlos Newton: “Carlos Chagas recusou o convite de Costa e Silva, mas nós o convencemos a aceitar…”.

Nos últimos anos, após Silvio Santos tirar todos os comentaristas dos noticiários de sua emissora, Chagas saiu do SBT e migrou para a rede CNT, mas logo depois foi substituído pela programação evangélica. Dessa forma, o jornalista anunciou sua despedida da TV, em dezembro de 2016.

Certamente o professor e jornalista Carlos Chagas deixa uma enorme lacuna na imprensa brasileira, que jamais será preenchida. Durante o mês de Maio iremos reproduzir seus melhores artigos.

Carlos Chagas, Presente!

PS - O corpo será velado na manhã desta quinta-feira (27), no cemitério Campo da Esperança, em Brasília. O enterro será à tarde.
---
Entrevista para o jornalista Paulo José Cunha. Confira:

Parte I
Parte II