30.5.17

A IMPONÊNCIA DA CORRUPÇÃO, A FALÊNCIA DA MORALIDADE

HELIO FERNANDES -

Quem acreditava que a deposição – expulsão - demissão de Michel Temer fosse ocorrer através do TSE, pode se frustrar e se decepcionar antecipadamente.

Basta constatar a declaração do Ministro Gilmar Mendes na televisão: "Não cabe ao TSE resolver crise política". O Conselho Nacional de Justiça já devia ter tomado providencias a respeito do comportamento do presidente do TSE.

NÃO CABE a um Ministro do Supremo e do TSE, antecipar opiniões sobre questões que exigirão seu voto, duas vezes. Uma no TSE e outra no recurso ao Supremo.

Leia mais na COLUNA