8.5.17

DESPREPARADO PARA GOVERNAR, CRIVELLA SAI ATROPELANDO; QUEM É O BOÇAL-MÓR DA REDE GLOBO ?

MIRSON MURAD -


O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella está fazendo o que quer no cargo que ocupa. Atropela a todos e a tudo que vê em seu caminho. Nomeou seu filhinho para secretário, nomeou também um bandido de carteirinha para outra secretaria, desfaz o que seus secretários fazem em suas pastas, causando constrangimentos e até renúncias dos cargos (a mais recente foi a do Luiz Alfredo Salomão).

O prefeito viajou para a África e, chegando lá não agiu como prefeito em visita oficial era o "bispo", sobrinho do "bispão-rabino, dono da Igreja Universal. Em lá chegando foi a um culto da IURD e, anunciado como "bispo" celebrou. E pode? O prefeito ausentar-se do Brasil, sem missão oficial... Quem autorizou? Quem pagou as despesas? Foram nossos impostos?

Ontem, dia 07 de abril, o prefeito visitando uma festa comemorativa judaica, ofendeu a Nação Palestina acusando-a de praticar atos criminosos, sangrentos contra Israel. Aliás, as vestimentas exóticas de seu titio como líder da Universal, onde inclui até um quipar, dão a impressão de que o "bispão-rabino" está fantasiado para um baile à fantasia. Crivella atropelou o BNDES acusando o órgão por não atender seu pedido financeiro para a prefeitura. Peça ao titio, prefeito, ele pode pagar todas as suas contas à vista, sem dificuldade nenhuma. Nenhuma mesmo...

05 DE MAIO, DIA MUNDIAL DA LÍNGUA PORTUGUESA. QUEM É O BOÇAL-MÓR DA REDE GLOBO ?

No último dia 05 de maio, comemorou-se o Dia Mundial da Língua portuguesa. A Fundação Roberto Marinho é uma das patrocinadoras da reforma do edifício, em São Paulo onde funciona o Museu da Língua Portuguesa. Enquanto isso na TV da Rede Globo todos os comunicadores são obrigados a expressar-se com erros crassos do idioma, como récord (e não recorde), (éxtra e não extra). Os jornalistas da Globo são bem formados na profissão, sua cultura é boa. Sabem perfeitamente que estão falando errado. Eles não são boçais a ponto de pronunciarem tais termos com erros crassos, repetidamente, exaustivamente, sempre e sempre. Consequentemente, só pode ser uma exigência, uma ordem vinda de cima. Pronúncias como essas, boçalidades coletivas, não tem outra explicação. Quem é o bola-mór da Rede Globo que dá essa ordem? Qual sua intenção?