15.8.17

BRASILEIROS COM MÍNIMO DE CONSCIÊNCIA ESPERAM QUE STF FAÇA JUSTIÇA AOS INDÍGENAS

MÁRIO AUGUSTO JAKOBSKIND -

Resultado do julgamento sobre o “marco temporal” é de fundamental importância para o Brasil.
Nesta quarta-feira (16) o Supremo Tribunal Federal (STF) decide a questão do chamado “marco temporal”. É um documento em que o direito à demarcação das terras indígenas existiria somente se os que habitassem a área na data da promulgação da Constituição de 1988. Dessa forma, os indígenas que foram forçados por grandes proprietários de terras a sair de seu território de origem antes disso não teriam direito à terra. Seria uma injustiça de grandes proporções que afetaria a vida dos indígenas brasileiros que são prejudicados pelo agronegócio. É público e notório que o putrefato Michel Temer conseguiu o apoio da bancada ruralista para não ser processado pelo STF e está cedendo tudo que é pedido pelo setor.

Nesse sentido, os golpistas de 2016 fazem de tudo para favorecer o agronegócio e não levam em conta as justas reivindicações dos indígenas. Desde a deflagração do golpe de 2016, o governo ilegítimo de Temer não demarcou nenhuma terra para os indígenas e ainda por cima não respeita um segmento importante que foi dizimado, cujo número atual não passa de um milhão.

Espera-se agora que o STF faça realmente justiça e não decida mais uma vez penalizar os indígenas, o que vem acontecendo desde que os portugueses desembarcaram por aqui, escravizando e dizimando os habitantes originários destas plagas. Os brasileiros com um mínimo de consciência não podem assistir calados as injustiças que se cometem contra os indígenas para favorecer o agronegócio.

E cheira mal que um governo como o do putrefato apoie tudo exigido pela bancada ruralista. É bem o resultado da decadência política que acontece no Brasil, com maior rigor desde a ascensão dos golpistas em maio de 2016.

É tempo, portanto, de o plenário do STF pelo menos decidir em favor dos indígenas. Se não o fizer estará cometendo um erro que resultará em perda de credibilidade junto aos brasileiros com um mínimo de consciência. E ficará também sob suspeita de que está fazendo também o jogo do agronegócio.

Por estas e outras, o resultado do julgamento sobre o “marco temporal” é de fundamental importância para o Brasil, inclusive com reflexos no exterior. Em matéria de injustiça, já basta o que vem sendo cometendo o governo putrefato e ilegítimo de Michel Temer.

* Via site Brasil de Fato