21.8.17

MINISTÉRIO PÚBLICO-GILMAR MENDES

HELIO FERNANDES -

Procuradores, convencidos de que o ministro não se conformará com a decisão do Juiz Marcelo Bretas, e voltará a beneficiar o amigo Jacob Barata, pediram a sua suspeição e afastamento do caso. Juntaram documentos irrefutáveis da tremenda festa do casamento da filha do presidente da Fetranspor, da qual o ministro foi padrinho.

Competente, responsável, corajoso, brilhante e cumprindo o seu dever, o MPF merece louvores  e parabéns. Mas a suspeição dele é tão grande, a irresponsabilidade vem de tão de tão longe, a parcialidade de Gilmar se acumula em dezenas de casos, que atinge a credibilidade do próprio judiciário.

Leia mais na COLUNA