11.9.17

ANÁLISE E POLÍTICA - PALOCCI INCRIMINA DE VEZ O EX-PRESIDENTE LULA; OS ALTOS SALÁRIOS DOS TRIBUNAIS; NEGOCIATA NA JUSTIÇA TRABALHISTA

ROBERTO M. PINHO -


No dia 6 de setembro (sexta-feira), o ex-ministro Antonio Palocci, em depoimento para o juiz federal Sergio Moro, confirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu propinas e que houve um “pacto de sangue” entre o Partido dos Trabalhadores (PT) e a construtora Odebrecht. Entre os números citados por ele, está uma quantia de R$ 4 milhões em espécie recebida pelo ex-mandatário.

Segundo o advogado de Palocci, Adriano Bretas, o ex-ministro teria assumido definitivamente uma “postura colaborativa e, por isso, revelou detalhes dos bastidores e dos meandros que permearam as relações de poder na transição do governo de Lula para o de Dilma”.

Leia mais na COLUNA