19.9.17

LAVA JATO E MPF SÃO CONIVENTES COM A ENTREGA CRIMINOSA DA PETROBRÁS

EMANUEL CANCELLA -

Leia, na íntegra, a denúncia formalizada ao MPF, em novembro de 2016, e até hoje sem resposta.


A única manifestação do MPF foi, em dezembro do mesmo ano, intimando o autor,  a pedido do juiz Sergio Moro, por possível crime contra a honra do servidor público (1ª).

“EXMO(A). SR(A). PROCURADOR FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO - RJ.

EMANUEL JORGE DE ALMEIDA CANCELLA, brasileiro, industriário, RG 75.300 OAB/RJ, CPF: 255.264.137-72, com endereço comercial na Avenida Passos, 34, Centro, Rio de Janeiro Rio de Janeiro, RJ, 20051-040 como cidadão brasileiro e empregado da sociedade de economia mista Petróleo Brasileiro S.A. Petrobrás, integrante da administração federal indireta e controlada pela União,  funcionário da Petrobrás, dirijo-me a essa instituição para fazer as seguintes denúncias:

O Ministério Público (MP) é uma instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis (art. 127, CF/88).

Leia mais na COLUNA