15.9.17

LEVANTEM DOS SOFÁS, A LUTA CONTRA OS TRAIDORES PASSOU DA HORA DE COMEÇAR

Por ANDRÉ MOREAU -


O povo brasileiro pode estar envenenado por propagandas, noticiários, filmes e novelas dos serviçais dos fascistas que tomaram conta do poder, mas ele tem inteligência e sofrimento na carne, suficientes, para ler nas entrelinhas, a verdade contida nessas peças de ficção e disposição para dizer não à tentativa de assaltar o Brasil e implantar o plano condor na América Latina.

Levantem dos sofás com bandeiras em punho e protestem contra a sistemática tentativa de acorrentar as mentes da nossa gente, porque não podemos ter dias de descanso diante do avanço do plano que pretende transformar trabalhadores em escravos, implantado por golpistas que com suas "canetadas" continuam rasgando a Constituição de 1988, em ações de Lessa pátria e justiçamento, para os interlocutores do golpe, aqueles que depois de cinqüenta anos de ditadura, agora quem sabe, após trezentos anos, voltarem um dia a pedir "desculpas, por terem errado", por terem servido à pseudo potência norte-americana que só tem em seu domínio falta de lastro, armas e a impressora do papel moeda.

O povo brasileiro pode estar cansado do projeto de governo que deu total autonomia às instituições jurídicas, mas ele está vendo as ações abjetas dos togados que perseguem líderes progressistas, enquanto protegem oligarcas, serviçais do projeto imperialista de dominação que há séculos fere os povos da América Latina, enquanto assaltam suas riquezas.

Levantem dos sofás com bandeiras em punho e protestem contra a sistemática tentativa de acorrentar as mentes da nossa gente, porque não podemos admitir, outra vez, que a narrativa neofascista, travestida do politicamente correto das Organizações Globo, aprofunde o golpe de 2016, ao mesmo tempo em que o filme "Polícia Federal: A lei é para todos", menos para políticos progressistas, é indicado, não se sabe por quem, ao premio Oscar. O cidadão consciente sabe que as mentiras repetidas por trás das propagandas de justiça, visam caçar presidentes progressistas da América Latina e implantar no Continente o projeto do Comando Sul, do Estado norte-americano, com guerras econômicas, assaltos das riquezas energéticas, mesmo que para isso tenham que invadir militarmente países como a Venezuela, visando efetivar o plano de dominação do Continente.

O povo brasileiro sabe que unido não será vencido, por isso ele não vai mais admitir um governo que beneficie os oligarcas, aqueles capazes de dar o golpe na tentativa de transformar trabalhadores em escravos, enquanto implantam em diversas partes do Continente, ações importadas dos EUA de racismo e neofascismo.

Levantem dos sofás com bandeiras em punho e protestem contra a sistemática tentativa de acorrentar as mentes da nossa gente. Digam não ao plano do presidente racista e neofacista, Donand Trump, de invadir militarmente a Venezuela, com o apoio do golpista, Michel Temer e dos neoliberais Juan Manuel Santos da Colômbia e Kuczynski do Peru.

O povo brasileiro é generoso, mas em seu luto lembra o quanto sofreu na ditadura passada, por isso luta contra os massacres praticados por agentes da segurança pública que em nome do combate ao tráfico de drogas invade favelas em horário escolar, autorizados por togados que parecem não pensar nas "Marias Eduardas" que estão sendo assassinadas.

Levantem dos sofás com bandeiras em punho e protestem contra a sistemática tentativa de acorrentar as mentes da nossa gente, porque não podemos ser débeis mentais e deixar passar sem protestar, o encontro dos colonos do Peru, da Colômbia e do Brasil, no jantar de Donald Trump, do repasto "nobre e superior", no templo do senhor das bombas atômicas lançadas sobre Hiroshima e Nagasaki, onde pretendem dar as novas ordens da doutrina elaborada pelo judeu alemão naturalizado estadunidense, autor do relatório de mesmo nome, Henry Kissinger: o plano de controle da tríplice fronteira, para invadir e assaltar as riquezas da Venezuela.

O povo brasileiro sabe que o impeachment, sem mérito, foi um golpe chancelado pelo Supremo Tribunal Federal e por isso não vai mais admitir um governo que mantenha todos os poderes nas mãos dos togados que traíram o governo popular para beneficiar os que assaltam os recursos energéticos da América Latina.

O povo brasileiro, ao contrário do que pensam os burgueses que serviram de instrumento à maior traição de todos os tempos, sabe quem são os seus inimigos e como combate-los.

* Via e-mail/André Moreau, é Coordenador-Geral da Pastoral IDEA, Professor, Jornalista, Diretor do IDEA, Canal Universitário de Niterói, Unitevê, Universidade Federal Fluminense (UFF).