20.10.17

BRASIL PRECISA SE REINVENTAR PARA SAIR DO FUNDO DO POÇO, DIZ ANALISTA POLÍTICO DO DIAP

Via FENEPOSPETRO -

Depois da série de entrevistas com os presidentes das principais Centrais Sindicais do país, o site da FENEPOSPETRO retoma hoje (20) os debates sobre a conjuntura política e econômica do Brasil. O analista político do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), Antônio Augusto Queiroz, é o convidado para abrir o nosso painel de entrevistas. As matérias serão publicadas sempre às sextas-feiras.


Mesmo com a projeção de crescimento econômico do país nos próximos anos, a política adotada pelo atual governo vai jogar milhões de brasileiros na pobreza. A afirmação é do analista político do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), Antônio Augusto Queiroz. Segundo ele, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Teto de Gastos, que congela os gastos públicos por 20 anos, vai levar o Estado ao colapso. Com isso, os serviços públicos ficarão paralisados por falta de recursos. Ele denuncia que isso será uma tragédia para a população que terá ainda mais dificuldade para ter acesso à educação, saúde e outros serviços prestados pelo Estado. Antônio denuncia que o propósito do atual governo é desmontar o Estado brasileiro.

Leia mais na COLUNA SINDICAL