2.10.17

FRENTISTAS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO VÃO RECEBER 2ª PARCELA DA PLR NA PRÓXIMA SEXTA-FEIRA

Via SINPOSPETRO-RJ -

Os trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência do município do Rio de Janeiro vão receber nesta semana, a segunda parcela da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) no valor de R$ 150,00.


Os postos de combustíveis do município do Rio de Janeiro têm até a próxima sexta-feira (6) para pagar aos funcionários a segunda parcela da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). De acordo com a cláusula nona da Convenção Coletiva 2017/2019, o pagamento do abono no valor de R$ 150,00 vence no quinto dia útil do mês setembro. O abono será pago junto com o salário de setembro.

Na negociação das cláusulas da Convenção do município do RJ, em maio, a diretoria do sindicato conquistou para a categoria R$ 466,07 de Participação nos Lucros e Resultados. O abono foi dividido em três parcelas: a primeira no valor de R$ 166,07 foi efetuada em agosto; a segunda será paga na próxima sexta e a terceira e última no valor de R$ 150,00 será quitada em dezembro.

De acordo com a Convenção Coletiva 2017/2019, os trabalhadores contratados há um ano ou mais receberão o abono integral. Já os empregados com menos de um ano de carteira assinada receberão a PLR proporcional ao tempo de serviço.

A Participação nos Lucros e Resultados não é obrigatória e depende da negociação do sindicato da categoria para constar na Convenção Coletiva. A questão é polêmica no país, tendo em vista que muitos empregadores entendem que se trata de um gasto desnecessário. Por isso é importante valorizar essa conquista.

O valor da PLR a ser pago aos funcionários dos postos de combustíveis e lojas de conveniência independe da função exercida pelo mesmo. Todos os dez mil trabalhadores da categoria têm direito ao abono.

ACORDO - Na negociação deste ano, a diretoria do sindicato garantiu para os frentistas reajuste salarial de 6,5%, o que representou um aumento de 1,99%. A PLR foi reajustada em 5,44%, o vale-alimentação teve aumento real de 10,44% passando para R$ 185,15 e o seguro de vida 15,44%.

JORNADA DIFERENCIADA - A nova Convenção criou a jornada de 12 horas trabalho com 36 horas de descanso. Os postos de combustíveis, no entanto, só podem contratar 40% do seu quadro de funcionários pela jornada 12X36. Com o regime, o trabalhador labora 176 horas por mês, enquanto a jornada de 44 horas soma 196 horas. A nova jornada não pode ser imposta aos trabalhadores já contratados e àqueles que aderirem a nova jornada não poderão fazer horas extras.

* Estefania de Castro, assessoria de imprensa Sinpospetro-RJ