11.10.17

MOVIDA POR UM BOATO, POLICIA FEDERAL INVADE A CASA DO FILHO DE LULA À PROCURA DE DROGA!

EMANUEL CANCELLA -


A gente até sabe, e não concorda, porque a investigação da conexão do aeroporto de Cláudio, com o helicoca, está engavetada. O aeroporto de Claudio foi construído pelo então governador de Minas Gerais, Aecio Neves, em terras de sua família, mas com dinheiro público (2).

Não podemos esquecer que os delegados da Lava Jato fizeram campanha para Aécio Neves, inclusive, chamando no blog de campanha, Lula e Dilma de “Anta”.

A postura desses delegados colide com os princípios da Administração Pública, tais princípios, à luz do “Caput” do artigo 37 da Constituição Federal de 1988: “Todo agente ou gestor público deve guiar-se em suas atividades pelos denominados a legalidade, a impessoalidade, a moralidade, publicidade e eficiência (5,6)"...

Sabemos também, sem concordar, porque as investigações da presença de avião com cocaína nas fazendas dos ministros Blairo Maggio e Aloysio Nunes estejam engavetada, ambos ministros do governo golpista de Michel Temer. (3,4).

Mas a PF se prestar ao desserviço de invadir a casa do filho de um ex-presidente da República para procurar droga, com base em boato, é o fim da picada! E não satisfeitos, os policias, comandados por um juiz e um delegado aloprados, além de não encontrar nada, segundo eles mesmos, ainda saem ameaçando:

“A jornalista Rose Guglielminetti, comentarista de política da Band de Campinas, informa que os policiais não encontraram o que procuravam, mas não saíram de mãos vazias. Com certeza não vão encontrar o helicoca e nem os aviões de cocaína das fazendas dos ministros Maggio e Aloysio Nunes(1).

A que ponto chegou a Polícia Federal! Se fazem isso com o filho de um ex- presidente da República, imagine o que podem fazer com o cidadão pobre mortal?

Fonte: