1.12.17

DORIA NAS MANCHETES NEGATIVAS E ATÉ PEJORATIVAS

HELIO FERNANDES -

Empurrado e patrocinado pelo governador Alckmin, trocou um programa de televisão sem audiência, por uma inesperada candidatura a prefeito de SP. Era a materialização do esquartejamento interno do PSDB. O governador queria dar demonstração de força, elegeu seu candidato no primeiro turno, fato inédito desde Jânio Quadros.

Doria apareceu logo com sua afirmação marota e grotesca, tentando aproveitar os ventos que sopravam na época, principalmente na França e nos EUA: "Não sou político, sou gestor". Eleito, antes mesmo da posse, garantiu: "Não  disputarei a reeleição".

Leia mais na COLUNA