16.1.18

SEDUÇÃO OU ASSÉDIO?

WILSON DE CARVALHO -


Sobre o elogio às mulheres francesas, em resposta ao escritor e teatrólogo José Maria, da Editora Taba Cultural, não me contive e dei minha opinião, lembrando que, antes de mais nada, vento que venta lá, venta cá. Paremos com a hipocrisia. Uma coisa é sedução, outra assédio. Ou apenas demonstração de admiração, sem termos chulos, é óbvio. No facebook e redes sociais, canso de elogiar COM FREQUÊNCIA (prova de assédio para muitas mulheres) algumas amigas por esta ou aquela qualidade. O que alguns grupos de mulheres estão querendo? Acabar com a sedução natural que elas tanto precisam? Que nós, homens, também necessitamos para a conquista?

Pois é, passei até a evitar subir elevador com apenas uma mulher. Ainda adolescente, diante da possibilidade de acabar um namoro, uma amiga me parou e disse que eu não me preocupasse, pois não iria ficar só. Assédio? O quê? Sedução? Sim, sedução. Perdi muitas oportunidades por “ficar na minha”. Errado, claro.

Desculpem, mas vocês, maravilhosas mulheres, são também para serem cortejadas, acarinhadas, elogiadas, desejadas, homenageadas, sem que se bata sequer com uma flor, de acordo com o que diz muito bem um ditado popular. E, sobretudo, amadas.

***
EXPOSIÇÃO ESTRANHA


Um imbecil, desta vez, de uma agência britânica, logo criticada em pesquisa nas ruas de Londres, tentou criar modelo de calça jean com exposição da bunda. As fotos estão no UOL que preferiu contrariar o dicionário se referindo ao "bumbum"... Com certeza, se a agência não tivesse desistido, se é que desistiu, famosas brasileiras idiotas seriam as primeiras a aderir... Não é possível que a sociedade continue refém de agências cheias de incompetentes, em todas as áreas, e da própria mídia idiotizada com tantos absurdos divulgados.