10.2.18

BLOCOS PROTESTAM CONTRA REFORMAS DE TEMER

ALCYR CAVALCANTI -

"Um golpe certeiro mexeu com nosso dinheiro
o Povo foi discriminado, deixado de lado
sozinho rasgado feito menor abandonado,
Brasil um país de ratos, são os políticos contra a Nação
que não se preocupam com o próximo, sua vida é só ambição"
(Ney do Pagode e Davi do Pandeiro)

Mesmo com um atraso de duas horas que mesmo assim não conseguiu prejudicar a festa, os cariocas resolveram botar o bloco nas ruas. A desorganização foi a tônica nos blocos do centro da  cidade. O tradicional "Bloco dos Aposentados" que faz sua concentração no Buraco do Lume, teve de esperar mais de duas horas para sair. Guardas municipais impediram a saída do bloco que seria seguido pelo Bloco dos Bancários. Para não fugir do clima da folia foi desejada uma breve passagem desta para melhor para o alcaide ao som da bateria nota dez.


Mesmo com a demora os velhinhos estavam animados, afinal é uma folia desejada depois de anos de sofrimento, de exploração de quem trabalhou anos a fio. A letra diz bem o que é a situação atual com o tema "Um país de Ratos que não se Preocupa com o Próximo". A camiseta trazia charge de um vampiro, que se assemelha ao nosso presidente gótico, Michel Temer". Um dos mais animados era o ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Rua Ana Nery, José Ferreira Nobre um folião pra ninguém botar defeito do alto de seus 95 anos. É o atual presidente da Associação dos Metalúrgicos Aposentados.

Photo by Alcyr Aavalcanti / all rights reserved
Depois do Bloco dos Aposentados, já alta noite,enfim saiu o Bloco dos Bancários mais uma classe explorada até a raiz dos cabelo.