19.2.18

FRENTISTAS DO RIO VÃO ÀS RUAS CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Via SINPOSPETRO-RJ -

O Sindicato dos Frentistas do Município do RJ repudia a campanha enganosa do governo Temer para aprovar a reforma previdenciária e orienta suas bases a participarem hoje (19) das atividades do ‘Dia Nacional de Luta e Paralisações’ contra a reforma da Previdência.


As centrais sindicais, Força Sindical, CUT, CSB, CTB, Nova Central, UGT e Intersindical aprovaram no ultimo dia 31 a realização de uma Jornada Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência. As manifestações de hoje (19) devem cumprir papel determinante, precisamos barrar os ataques à Previdência, independentemente do dia em que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) colocar a proposta em votação. Após 15 meses de discussões e pelo menos 10 adiamentos, a previsão para a votação é dia 28 de fevereiro.

No Rio de Janeiro ocorrem ações desde as seis da matina no aeroporto Santos Dumont, embarque dos deputados para Brasília e, às 16h, ato na Candelária e passeata às 18h rumo a Cinelândia.

O projeto da reforma da Previdência, como foi apresentado, demandaria do trabalhador o mínimo de 25 anos de contribuição para acessar a aposentadoria por idade. A aposentadoria por tempo de contribuição, demandaria 40 anos de contribuição, além da idade mínima de 65 anos para ambos os sexos. Na prática, muitos trabalhadores  irão contribuir por um longo período sem que tenham qualquer garantia para se aposentar quando sua força de trabalho for reduzida por conta da idade. Isso é desumano, inaceitável.

É hora de unidade para derrotar mais esse retrocesso. Nenhum direito a menos!

* Daniel Mazola, assessoria de imprensa SINPOSPETRO-RJ