28.3.18

A CORRIDA PARA O 7 DE ABRIL. FALTAM 10 DIAS

HELIO FERNANDES -


Muitos, quase todos, estão presos a essa data. O presidente corrupto e usurpador, afirmou publicamente: "Só tratarei da sucessão a partir de maio".

Mas como também é tido e reconhecido como sem credibilidade, anteontem chamou Meirelles para conversar. Precisamente sobre sucessão.

Ele sabe muito bem que o ministro é presidenciável, mas começou convidando-o para seu vice. "Precisamos defender nosso legado, e faremos isso com mais competência, se estivermos juntos". Meirelles não precisava responder ficou em silencio.

Enquanto Temer desfilava promessas e garantias.

A mais insistente: "Você pode indicar o substituto, e manter toda sua equipe". Meirelles, inabalável. Ha mais de 20 dias, amigos dele me garantem que ele é presidenciável. Não tem nem duvidas sobre a opção. Mais 9 meses como ministro da Fazenda, e desaparece.Como presidenciável, debaixo dos holofotes, pode negociar um futuro melhor. Isso se for derrotado, no que não acredita.

Meirelles tem duas certezas, que não esconde. 1- As pesquisas até agora, onde aparece com 2% não valem nada. Assim que se lançar candidato, subirá imediatamente.

2- Considera que só poderia perder para Lula. Mas garante que Lula ficará inelegível, então não terá adversários.

Nesses quase 7 meses vai acontecer tanta coisa, que é impossível chegar a uma conclusão. Começando por Temer e Meirelles, dois candidatos sem votos, e sem rumo. Exemplo da confusão e da contradição.

Meireles pretende disputar pelo MDB, precisamente o partido do presidente corrupto e usurpador.

PS- Aja o que houver, a eleição de 2018, tem um personagem principal.

PS2- Elegível ou inelegível,  o ex-presidente, é a preocupação geral. E alguns, como Bolsonaro, sem a menor possibilidade de passar para o segundo turno, contemplam alternativas.

PS3- Por enquanto, divagações sobre um tema antigo.

PS4- Ou apostas e predileções a respeito da conspiração do judiciário.

AÇÕES DO PETRÓLEO EM ALTA

Em março de 2017, valia 39 dólares o barril. Em Londres, 44. Ontem fechou no EUA a 65 dólares.  Em Londres a 70, quase o dobro. O Brasil fez leilão do pré-sal a um terço desse preço.

Já estão anunciando novo leilão com preço novamente aviltado.

Não sou contra o leilão. Mas com esse preço não é leilão e sim doação.

Além do mais, a extração do pré-sal é caríssima, porque o produto está a 4 a 5 mil metros do fundo do mar. Com esse preço, o prejuízo é cada vez maior.