23.3.18

FRENTISTAS DA REDE MATARIPE (BA) PARALISARAM ATIVIDADES POR ATRASO DE SALÁRIOS

Via FENEPOSPETRO -

A Superintendência do Trabalho foi acionada e a empresa deverá ser autuada, informa o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Combustíveis da Bahia - SINPOSBA, Antonio do Lago de Souza.


Os postos de combustíveis da Rede Mataripe, situados próximo a rodoviária de Salvador, Bahia, conhecidos como posto 5 e posto 12, paralisaram suas atividades nesta segunda, 19 de março, juntamente com o SINPOSBA em protesto pelo atraso nos salários e também no vale alimentação.

Os Trabalhadores Frentistas do posto Matriz, no bairro do Bonocô (foto), também paralisaram suas atividades na última sexta-feira (16), exigindo seus direitos e os valores devidos, a serem depositados em suas contas salários. Segundo o presidente Antonio do Lago, “essa é uma situação inadmissível; e que vem sendo constantemente praticada por esta empresa. O Sindicato encaminhou denúncia ao Ministério Público do Trabalho - MPT, na sexta-feira (16), inclusive a empresa Mataripe já lavrou um Termo de Ajuste e Conduta-TAC, e na segunda-feira (19), o SINPOSBA acionou também a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego – SRTE, solicitando uma fiscalização em caráter de urgência na rede de postos, que costumeiramente vem desrespeitando seus funcionários”.

Eusébio Pinto Neto, presidente da Federação Nacional dos Frentistas, alerta: “Estão ocorrendo situações parecidas em todo o país, querem impor goela abaixo dos trabalhadores a retirada de direitos e a precarização, não permitiremos, seguiremos unidos, lutando, alertando e conscientizando nossa categoria. Com o avanço constante das medidas anti-trabalhador, a união e a determinação são essenciais para que os Frentistas mantenham os benefícios. O trabalhador precisa se manifestar e reivindicar para fazer valer seus direitos”. Nenhum direito a menos!

* Daniel Mazola, assessoria de imprensa FENEPOSPETRO