20.3.18

O ASSASSINATO COVARDE DE MARIELLE, SEM MANDANTES, SEM EXECUTORES, SÓ A VÍTIMA

HELIO FERNANDES -



Amanhã completa uma semana da tragédia grega traduzida para o português, e as investigações têm apenas um roteiro: a criminalização da vitima. Fazem a Marielle as acusações mais despudoradas, tão comprometidas que parecem fake. E esse caminho vai ganhando adeptos, fortalecendo os "investigadores" que não se interessam por resultados ou conclusões.

Um assassinato com interessados em se livrar da vereadora lutadora, é transformado quase oficialmente, numa disputa ideológica, entre esquerda e direita.Só existem três grupos com potencial, recursos e interesses em eliminar a vereadora desassombrada: traficantes, milicianos, corruptos da própria policia, com forte preponderância para representantes da PM.(Policia Militar).

Leia mais na COLUNA