4.4.18

ACORDO DOS FRENTISTAS DE CAMPINAS SUBSTITUI CESTA BÁSICA POR CARTÃO ALIMENTAÇÃO NOS POSTOS GRAAL

Via FENEPOSPETRO -

Substituição da cesta básica por cartão alimentação beneficia os trabalhadores em postos de combustíveis e lojas de conveniência.


O direito à cesta básica mensal de 30 kg, em produtos diversos, é uma conquista da Convenção Coletiva dos Frentistas de São Paulo ao lado de diversos outros benefícios que, indiretamente atuam como complemento do salário.

Foi para cumprir uma reivindicação dessa natureza que o SINPOSPETRO-Campinas, após duas assembleias, aprovou, em fevereiro, um acordo que beneficia sessenta trabalhadores de dois Postos da Rede Graal em Santa Bárbara D'oeste. A partir de agora, a empresa vai fornecer aos funcionários cartão alimentação que, diferentemente da cesta básica composta de produtos de gêneros alimentícios, higiene pessoal e limpeza, contém créditos mensais no valor de R$140,50 e é aceito em supermercados, açougues, mercearias e similares.

De acordo com o secretário geral do sindicato, Raimundo Nonato de Sousa (Biro), os Frentistas ficaram muito satisfeitos em poder escolher a modalidade do benefício, principalmente, os trabalhadores que moram sozinhos ou que tenha familiar que já receba cesta básica. “Agora eles têm a flexibilidade de escolher o que desejam comprar e com valor maior do que teria na cesta”, explica o sindicalista responsável por essa mediação. A tratativa inclui, ainda, uma cláusula que concede bônus mensal de R$46,25 – também a ser creditado no cartão alimentação, aos empregados que cumprirem os requisitos de assiduidade e pontualidade.

O acordo do SINPOSPETRO-Campinas permite aos dois postos da Rede Graal substituir o benefício da cesta básica pela modalidade cartão alimentação, com validade de 12 meses, no fim do período o valor do benefício deverá ser reajustado com base no IPCA – indicador que mede a variação de preços do mercado para o consumidor final, e representa o índice oficial da inflação no Brasil. (informações da assessoria do SINPOSPETRO-Campinas – Leila de Oliveira).

* Daniel Mazola, assessoria de imprensa FENEPOSPETRO