12.7.18

EXTINGUINDO O ESTADO NACIONAL - FIM DO BRASIL

Por PEDRO AUGUSTO PINHO -


Este artigo tem início com a reflexão sobre a minoria que aqui investe ou especula, daqueles que colocam seu dinheiro no “mercado” – um dos nomes do sistema financeiro internacional ou da banca, como o designo – em aplicações que lhe deverão proporcionar retorno satisfatório.

Como os banqueiros e especuladores com moedas e juros, para quem os golpistas de 2016, em menos de 90 dias, transferiram R$ 233 bilhões sob o pretexto de “segurar a disparada do dólar”. Dinheiro que saiu, na maior parte,  das reservas internacionais do Brasil e do pequeno resultado positivo da balança comercial.

Leia mais em OPINIÃO