12.8.18

1- PROTESTOS DO ‘DIA DO BASTA’ MOBILIZAM MILHARES EM TODO PAÍS; 2- AEPET CONTESTA AS FALÁCIAS DE DÉCIO ODDONE (ANP) SOBRE O REFINO E A POLÍTICA DE PREÇOS DA PETROBRAS

REDAÇÃO -

O "Dia do Basta", realizado pelas Centrais Sindicais, levou milhares de trabalhadores às ruas contra o desemprego, a retirada de direitos e as ameaças de desmonte da Previdência Social. A sexta-feira (10) começou com paralisações, atrasos de turnos, atos em portas de fábricas e em locais de grande circulação por todo o País.

Em São Paulo protesto aconteceu na avenida Paulista, em frente à Fiesp.
Logo no início da manhã, petroleiros protestaram em diversas refinarias da Petrobras. Também na madrugada, metalúrgicos atrasaram a entrada nas fábricas e fizeram assembleias em Curitiba, São Paulo e na região do ABC.

A região de Sorocaba, Interior de São Paulo, amanheceu sem transporte público. Em Natal (RN), motoristas e cobradores pararam as atividades por duas horas. Trabalhadores fizeram caminhada pelo Centro de Fortaleza (CE) e Salvador (BA). Já em Recife, os servidores decidiram parar as atividades e fecharam agências do INSS.

No Rio Grande do Sul, três mil pessoas participam dos atos em Porto Alegre e algumas agências bancárias na região central da cidade ficaram fechadas até às 11 horas. Bancários também colocaram faixas de protesto em agências do Centro Velho de São Paulo.

Juros - “Além de todas as reivindicações deste Dia do Basta, queremos denunciar também os juros altos. A culpa é dos banqueiros. Com juros altos ninguém consegue financiar, por exemplo, uma casa própria”, destacou Ivone Silva, presidente do Sindicato dos Bancários.

O ato na capital paulista reuniu cerca de dez mil pessoas, segundo os organizadores. A manifestação ocorreu em frente à Fiesp, na avenida Paulista, no final da manhã. Várias categorias participaram, como metalúrgicos, químicos, professores, trabalhadores em condomínios, na indústria da alimentação e refeições coletivas, entre outros. (via Agência Sindical)

***
AEPET contesta as falácias de Décio Oddone (ANP) sobre o refino e a política de preços da Petrobras

O Valor Econômico traz que a ANP está preparando uma resolução que vai ditar a forma como os produtores de combustíveis e os importadores deverão seguir para definir os preços dos derivados de petróleo. (via AEPET)
LEIA MAIS