19.12.18

REPÚDIO AO ARBÍTRIO E ALERTA AOS TEMPOS SOMBRIOS

JOSÉ BEZERRA DA SILVA -

Estimados leitores e companheiros em busca dos direitos e benefícios da Lei de Anistia, consagrada na Constituição no seu artigo oitavo, compareci neste dia 13 de dezembro, quinta-feira, na Comissão de Anistia do Congresso Nacional, e participei de todos os julgamentos, inclusive de militares da FAB. Segundo informações obtidas este será o último julgamento do ano. E agora devemos aguardar a gestão do novo Presidente eleito, e do novo Ministro da Justiça, Dr. Moro.

Mesa diretora da Câmara dos Deputados (fotos: José Bezerra da Silva)
Aproveitei e me dirigi ao plenário da Câmara dos Deputados onde estava ocorrendo à cerimônia de rememoração da Declaração Universal dos Direitos do Homem. Foi uma brilhante Cerimônia, digna do comparecimento de todos os cidadãos do país, pois todos indistintamente se beneficiam dela. As fotos apresentadas dão conta de sua importância, é um evento anual que todo brasileiro deveria tirar um dia em sua vida e participar inclusive com seus familiares. Vários alunos de diversas escolas lotaram o plenário.

Logo após ocorreu a cerimônia que marcou a data de lançamento do perverso AI-5. O qual trouxe graves consequências para o nosso país, que antes do golpe militar crescia a uma taxa de onze por cento ao ano. Nesta cerimônia contamos com a presença de inúmeras autoridades, a sessão foi presidida pelo Deputado Federal e Professor Chico Alencar (PSOL/RJ), que ao final pediu que todos subissem ao palco para uma foto histórica como é feita anualmente.

A imbatível Deputada Luiza Erundina de São Paulo fez um brilhante discurso em defesa dos Anistiados, dos pobres, dos perseguidos e dos imigrantes que perambulam por este mundo sem um teto pra morar, sem água, comida, e sem ao menos saber onde vão parar, ao longo de suas caminhadas tristes e miseráveis. Só comparadas às longas filas de famintos existentes no período das duas primeiras grandes guerras mundiais.

Luiza Erundina e José Bezerra da Silva
A Deputada Luiza Erundina (PSOL/RJ) colocou seu Gabinete Parlamentar a nossa disposição para toda luta em defesa da nossa Anistia política. Sendo que afirmou que não descansará enquanto a Lei de Anistia estiver sendo descumprida, e que torturador não tem o direito de sentar no mesmo banco do torturado ou do perseguido político. Disse ainda que os moradores de São Paulo podem procurá-la em seu gabinete tanto em São Paulo quanto em Brasília.

Em seguida seria realizada uma homenagem a ela, Luiza Erundina, e seria entregue uma medalha dos Notáveis na Luta pela Democracia, pelo Sr. Getúlio Guedes, ocorre que por motivos profissionais o mesmo adiou para o próximo ano, quando ocorrerá outro encontro agora organizado pela assessoria da própria Deputada, onde será entregue o Certificado ‘Notável pela Democracia’, dedicado à defesa dos mais oprimidos, e pela luta na busca dos mortos jogados nas valas do Cemitério de Perus, no Estado de São Paulo.

Ficou acertado que os troféus serão entregues no início de 2019 (financiados pelo Capitão Maia da ACIMAR e Getúlio Guedes da ABAP), em breve farei o registro do evento e mandarei as fotos de ambos para que tomem conhecimento. Agora – o foco de todos nós perseguidos políticos – devemos procurar nossos Deputados Federais e nossos senadores para que eles obriguem o governo a cumprir a lei, existem cinco leis de anistia vigentes no país, esse assunto de mais um decreto é conversa para enganar pessoas incrédulas, medrosas, e que nunca comparecem a Brasília, para cobrar de seus inventores a fantasia de tal decreto. Se ele existe tem que existir cópia e tem que estar protocolado no Gabinete da Presidência da República.

O Deputado e Professor Chico Alencar (PSOL/RJ) presidiu a sessão
Por fim, digo eu que estou à disposição de todos os colegas fabianos, da Marinha ou do Exército Brasileiro para dar as melhores informações, e que sejam verdadeiras, pois a mentira não se sustenta, e deve ser abolida do nosso meio, como aqueles falsos e desonestos que vez por outra aparecem em nosso caminho querendo tirar vantagem da Lei de Anistia política.

Aconselho a não acreditar em falsos profetas que nunca vão a Brasília, vejam se os rostos deles apareceram em alguma das fotos que enviei durante o ano todo, não aparecem porque é simples, eles nunca estiveram lá esse ano. Eu estive na Capital Federal por 14 vezes em 2018 e convidei todos que quisessem seguir junto, para participar dos julgamentos e ver como anda seu próprio processo. E mesmo sem ser meu cliente eu lhe convido, porque você é meu irmão de farda, luta e sofrimento, venha e iremos juntos mostrar que seu procurador nada está fazendo por você, e seu processo. Garanto que irei com você no mesmo avião, no banco ao lado, ficaremos na mesma pousada. Só lhe peço que venha com sinceridade, honestidade e hombridade como aprendemos na caserna.

Obrigado por tudo e luta que segue, pois já foi muito pior, hoje nós temos lei, direito, paradigmas, jurisprudência, súmula, e ainda repercussão geral. Corram atrás dos seus direitos e parem de ser enganados. Que Deus os proteja em 2019, abraços a todos!

*José Bezerra da Siva é advogado de anistiados políticos, coordenador das Associações de Anistiados e Anistiandos do Brasil e colaborador da Tribuna da Imprensa Sindical