17.2.19

LAVA JATO CÚMPLICE DAS FALCATRUAS DE PAULO GUEDES E DO PRESIDENTE DA PETROS!

EMANUEL CANCELLA -


Cadê a Lava Jato que não prende o presidente da Petros, Daniel Lima, que não cumpre decisão judicial?

A Lava Jato, só por simples suspeita de superfaturamento na sede da Petrobrás na Bahia, prendeu 8 de prisão preventiva e 14 por prisão temporária (1).

E, de forma estranha, a Lava Jato não manda prender o presidente da Petros, Daniel Lima, reincidente em descumprimento de decisão judicial.

Primeiro a juíza suspendeu os descontos e mandou devolver o que já tinha sido descontado, dando 10 dias para cumprimento dessa decisão. A Petros se lixou para a determinação judicial.

Depois, na terça-feira (5), reiterando a decisão anterior, a juíza Luciana de Ol­iveira Leal Halbritter, da 6ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, determinou seu cumprimento, no prazo de 24 horas, a partir da visita de intimação do Oficial de Justiça Avaliador (OJA) (2). E até hoje a Petros não cumpriu.

O mesmo presidente da Petros, fora da lei, não fez auditoria do rombo pedido pelos representantes dos trabalhadores na Petros. Fez uma auditoria de conformidade, mas do rombo que eles dizem ser de R$ 27 BI  não fizeram.

E pior, ameaçam com novos descontos por conta de possíveis futuros rombos. Os petroleiros ativos e aposentados já estão pagando 13% de seus salários por 18 anos.

Paulo Guedes, ministro da economia de Bolsonaro, deu rombo de R$ 1 BI nos fundos de pensão das estatais, entre eles o da Petros. Guedes, que deu o rombo na Petros, não vai preso, nada paga, e os petroleiros, ativos e aposentados  estão pagando pelo rombo que não fizeram(3).

O presidente da Petros Daniel Lima reincidente no descumprimento de decisão judicial mantem os descontos que a juíza mandou suspender e não devolve o que foi descontado.

Conclusão a lei não é para todos!

Fonte: