14.2.19

MARCOLA, CHEFE DE FACÇÃO DE SP, E MAIS 21 VÃO PARA PRESÍDIOS FEDERAIS

REDAÇÃO -

Os governos federal e de São Paulo transferiram nesta quarta-feira (13) Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, e mais 21 integrantes de uma facção criminosa para presídios federais. Os detentos estavam na Penitenciária 2 de Presidente Venceslau e em Presidente Bernardes, no interior do estado, e foram levados para penitenciárias em Brasília, Mossoró (RN) e Porto Velho (RO). O prazo de permanência nos presídios federais é de 360 dias.


A transferência de integrantes do PCC ocorre após o governo paulista ter descoberto um plano de fuga para os chefes e ameaças de morte ao promotor que combate a facção no interior de São Paulo.

Em nota, o Ministério da Justiça e Segurança Pública afirmou que "a operação é a primeira ação realizada com a participação da Secretaria de Operações Integradas (SEOPI) criada na atual estrutura do Ministério da Justiça e Segurança Pública".

Fonte: 247