18.2.19

O VASCO DE LULA SUPERA A VIOLÊNCIA JUDICIAL E POLICIAL E NO CAMPO É CAMPEÃO!

EMANUEL CANCELLA -


Torcidas do Vasco e do Fluminense derrotam autoritarismo do judiciário!

A resistência das torcidas venceu o autoritarismo da justiça. A partir de uma divergência entre as torcidas, na sua localização no estádio, a justiça burra decide fechar os portões.

Cenas da ditadura no entorno do Maracanã: polícia, cavalos e bomba e cassetete em cima dos torcedores que não arredaram o pé do estádio.

Aos 35 minutos do primeiro tempo, a resistência, principalmente vascaína venceu e os torcedores adentraram ao estádio do Maracanã.

E num dia memorável para a torcida vascaína que venceu, no lado de fora, a violência judicial e policial, e, dentro de campo, consagrou-se campeão da Taça Guanabara.

Coincidentemente, o Vasco é o time do ex- presidente Lula, que deve ter vibrado com a vitória de seu clube.

O PT de Lula é vitima de um golpe parlamentar-jurídico-midiático, que tirou Dilma da presidência, num impeachment onde nada ficou provado contra ela, e os mesmos golpistas suportaram o golpista Michel Temer, mesmo que três vezes denunciado por corrupção (1).

Depois a justiça da Lava Jato, chefiada pelo juiz Sérgio Moro, prendeu Lula, totalmente sem provas, num claro intuito de mantê-lo fora da eleição e favorecer Bolsonaro. E para que não haja dúvida da manobra, o juiz Sergio Moro ganhou o ministério da Justiça de Bolsonaro.

A torcida do Fluminense, e principalmente a do Vasco, deu uma a lição de democracia, mostrando ao povo brasileiro que a mobilização vence o autoritarismo.

Fonte: