21.2.19

OS CORRUPTOS DE ESTIMAÇÃO DA LAVA JATO: PEDRO PARENTE, NA PETROBRÁS, E DANIEL LIMA, NA PETROS

EMANUEL CANCELLA -

Você sendo roubado no posto e eles de Black Tie (13).


O tucano Pedro Lalau Parente, mesmo sendo réu desde 2001, na Petrobrás, conseguiu presidir a Empresa de 31 de maio de 2016 a 1º de junho de 2018.

E, na presidência, Pedro Lalau “vendeu” o campo gigante de Carcará, do pré-sal, ao preço de um refrigerante o barril (5). E ainda entregou a petroquímica de Suape ao preço de 5 dias de faturamento (6).

Leia mais na COLUNA