9.3.19

MULHERES MARCHAM EM SÃO PAULO POR IGUALDADE E CONTRA REFORMA DE BOLSONARO

REDAÇÃO -

Milhares de mulheres se reuniram na Avenida Paulista para marcar o 8 de março, Dia Internacional da Mulher. A manifestação começou às 16h no vão livre do Masp, e contou com a participação de diferentes grupos, como os de mulheres atingidas por barragens, sem terra, negras, indígenas, entre outros.


Já por volta das 18h20, com maior número, as mulheres marcharam até a Rua Augusta, por onde seguiram no sentido do centro. Elas foram puxadas pela bateria do Bloco Afro Ilú Oba de Min. Algumas pautas foram vistas com maior frequência, como o combate ao feminicídio e críticas contra a reforma da Previdência apresentada pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL), que dificulta a aposentadoria das mulheres.

Outro ponto de ampla unidade foi a presença de homenagens à Marielle Franco, vereadora carioca negra e LGBT assassinada em março do ano passado. São suspeitos do crime milicianos da capital fluminense.

Confira a íntegra da reportagem na Rede Brasil Atual.