19.3.19

PAULO RAMOS E BANCADA DO PDT LUTAM CONTRA O DESMONTE DA PREVIDÊNCIA

DANIEL MAZOLA -

Em seu retorno à Câmara dos Deputados nessa 56ª Legislatura, o deputado  federal Paulo Ramos (PDT-RJ) esteve reunido hoje (19) com a bancada do partido, na liderança do PDT discutindo vários assuntos relevante que estão em pauta nesse 2019, prioritariamente a reforma da previdência.

Deputado Paulo Ramos, recebeu hoje (19), o prefeito de Porto Real, Ailton Marques.
"Nos próximos quatros anos, os parlamentares vão reforçar a atuação pedetista em defesa dos trabalhadores, da educação, da saúde e da soberania nacional, pelo desenvolvimento do País", enfatizou Paulo Ramos. Na próxima semana o parlamentar passará a atuar também em duas Comissões da Casa: 1- Trabalho, Administração e Serviço Público, 2- Relações Exteriores e Defesa Nacional.

No exercício do mandato, no seu gabinete em Brasília, o deputado federal Paulo Ramos, recebeu nesta terça-feira (19), o prefeito do município de Porto Real (RJ), Ailton Marques e a vereadora de Porto Real, Fernanda Santos, ambos do PDT. O prefeito destacou a importância de priorizar a educação, única forma de desenvolver o país.

Ontem (18) aconteceu em Brasília a XXV Convenção Nacional do PDT, onde o Diretório Nacional decidiu se posicionar contra a Reforma da Previdência que está sendo discutida no Congresso Nacional. A convenção teve como tema uma homenagem aos 100 de nascimento do ex-presidente João Goulart, celebrado no dia 1° de março. Carlos Lupi foi reconduzido à Presidência Nacional do PDT.

LEI QUE DEFINE PESO MÁXIMO DA MOCHILA DE ESTUDANTES PODE SER ALTERADA

O ex-deputado estadual Paulo Ramos, teve aprovado em primeira discussão, pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) o projeto de lei 2.596/13 que prevê: o peso máximo do material escolar transportado por alunos das escolas públicas e privadas pode ser limitado a 15% do peso do estudante. O texto altera a Lei 2.772/97, que hoje define as regras para o transporte de material escolar para estudantes da pré-escola e do ensino fundamental e será votado pela Casa em segunda discussão.

Segundo a proposta, a nova norma valerá para todos os alunos, da creche ao ensino médio. O Poder Executivo deverá ainda promover uma campanha educativa sobre o tema. “Transportar material escolar com peso excessivo pode acarretar sérios problemas para a saúde dos estudantes. A preocupação atinge pais, professores, médicos e profissionais esportivos”, justificou Paulo Ramos, atualmente com mandato de deputado federal. (fotos e informações da assessoria do deputado federal Paulo Ramos)